Metamucil Psyllium Planatago Ovata

Psyllium

Psyllium: saúde e bem-estar

O psyllium, casca extraída da semente das plantas do gênero Plantago, é bastante conhecido por seus efeitos laxativos, mas também por trazer benefícios para a saúde do coração e equilíbrio dos níveis de colesterol.

Ele é muito utilizado como fibra dietética para aliviar sintomas de constipação e como regulador, no caso do intestino solto. A semente também pode ser usada como espessante alimentar. Descubra os benefícios do psyllium, mas observe os possíveis efeitos colaterais.

Benefícios do psyllium

Pesquisas têm revelado que o psyllium é coadjuvante na diminuição dos níveis de colesterol do sangue, e ainda ajuda a baixar o nível de glicose em pessoas com diabetes do tipo 2.

Para se beneficiar plenamente dos efeitos positivos do psyllium, é importante variar a dieta, garantindo a diversidade das fontes de fibra. Ao ingerir alimentos ricos em fibras alimentares, o organismo absorve também outros nutrientes e componentes essenciais para a saúde.

Use as sementes de psyllium para o seu be

Os alimentos de origem vegetal são ricos em fibras, como frutas, cereais, vegetais, leguminosas e frutas secas. Por exemplo, os feijões são ótimas fontes de fibras, mas o feijão branco também é rico em potássio, e o preto, por sua cor escura, possui alto teor de flavonoides, que são antioxidantes potentes, além de conter 15 g de proteína por xícara.

Os alimentos integrais também são ótimas fontes de fibras, 5 colheres de sopa de arroz integral contêm 1,6 g de fibras, enquanto a mesma quantidade de arroz branco contém apenas 0,5 g.

Outra forma de aproveitar os benefícios da superfibra psyllium é por meio do tratamento medicamentoso. Metamucil é um medicamento fitoterápico a base de psyllium e contém 0,562 g da fibra por grama. Ele atua como regulador do intestino, auxiliando no tratamento contra a constipação crônica e ajudando na limpeza natural do corpo.

Riscos e recomendações

É importante lembrar da hidratação, pois a fibra psyllium é higroscópica e, por isso, absorve muita água. A recomendação dos profissionais da área da saúde é que se beba pelo menos dois litros de água por dia.

É bastante raro, mas algumas pessoas podem ser alérgicas ou intolerantes ao psyllium. Gestantes e crianças somente devem usar o psyllium com orientação médica. O mesmo é válido para pessoas debilitadas e com problemas de saúde.

Por conter grandes quantidades de fibras, não é recomendável consumir psyllium em excesso. Ingerir grande quantidade de fibras pode causar constipação intestinal, dor abdominal e gases.

Use as sementes de psyllium para o seu bem

Referências:
1Brum, JM; et al (2016). Satiety effects of psyllium in healthy volunteers. Appetite. 105: 27-36.
2Gibb, RD; et al. (2015). Psyllium fiber improves glycemic control proportional to loss of glycemic control: a meta-analysis of data in euglycemic subjects, patients at risk of type 2 diabetes mellitus, and patients being treated for type 2 diabetes mellitus. Am. J. Clin. Nutr. 102 (6): 1604-14.
3Wei, ZH; et al. (2009). Time- and dose-dependent effect of psyllium on serum lipids in mild-to-moderate hypercholesterolemia: a meta-analysis of controlled clinical trials. Eur J Clin Nutr. 63 (7): 821-7.
Como preparar Metamucil: copo e colherLaranjas